Desenho e Ilustração


Muitas vezes essas duas palavras são usadas como sinônimas, mas eu sempre usei Ilustração para designar uma arte que contém uma narrativa por si só, ou que complementa uma história, um texto. Enquanto que por Desenho eu sempre entendi a representação de algo, porém não necessariamente dentro de um contexto.

Se for assim, minha arte geralmente não é ilustrativa. Eu faço reproduções de coisas e pessoas, retratos e objetos, mas isolados de uma narrativa. Minha arte não conta histórias. Ela mostra o que é.

Ou não! Pois “Isto não é um cachimbo”!

Bom, depois de uma rápida pesquisa…

…Etimologicamente Desenho vem do latim Designare, que também dá origem à palavra Design da língua inglesa, e ainda na portuguesa, o verbo Designar. Designare é composta por De = fora + Signum = sinal, marca. Designar é marcar, escolher destacando, expondo.

E etimologicamente Ilustração vem do latim Ilustrare, que também dá origem à palavra Ilustríssimo. Ilustrare é composta por In = em + Lustrare = clarear. Ilustrar é tornar claro, é trazer à luz do conhecimento, é destacar algo ou alguém por suas qualidades.

Assim, tanto Desenho como Ilustração possuem o sentido de dar destaque a algo, mas a ilustração parece ter um toque mais nobre, num sentido de dar glória ao objeto, enquanto que o desenho soa como uma marcação representativa para um fim pedagógico.

Percebo agora essas diferenças quando penso em desenho mecânico, desenho arquitetônico, web design, design de produto, design de sobrancelhas… Desenho sempre soa mais técnico, mais explícito, mais “descritivo”. Enquanto que ilustração, parece-me agora, carrega um sentido implícito.

Eu poderia afirmar que um Desenho de uma paisagem serena, um campo aberto com árvores ao fundo, um pequeno riacho, uma casa rústica e montanhas no horizonte, Ilustra a pacata vida longe das grandes cidades.

Assim o desenho pode ser o meio com o qual se ilustra algo. Uma descrição em texto também pode ilustrar alguma coisa, como são os exemplos, por exemplo! (você imaginou a casa no campo, né?) Logo, a ilustração não depende de marcas concretas (desenho), podendo apenas existir na imaginação.

Então, sendo assim, minha arte é sim ilustrativa. Toda arte é.

Mas a obra de Magritte, que traz a representação de um cachimbo por meio da pintura, eu não chamaria de ilustração, pois a frase logo abaixo reforça o sentido de que trata-se apenas de um “desenho”. O que se ilustra neste conjunto é justamente a contradição de que aquilo que está destacado não é o que se pensa ser.

Ficou “claro”? Ou quer que desenhe?

Compartilhe:
Marcado com , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *